RELÓGIO Digital clock - DWR

domingo, 9 de novembro de 2014

PENSAMENTO #12 ____ SOZINHO OU EM EQUIPE?

Porque é verdade o que dizem: “Um semeia, e outro colhe.” Eu mandei vocês colherem onde não trabalharam; outros trabalharam ali, e vocês aproveitaram o trabalho deles. João 4.37,38 Ah, as alegrias (e tristezas) de trabalhar em equipe! Um semeia, e outro colhe. Deus criou o ser humano, e todo o mundo em que ele vive, de forma interligada e interdependente. Nada e ninguém neste planeta vive sozinho. Os maiores cientistas, inventores e descobridores da história humana são comumente creditados por suas realizações. Thomas Edison inventou a lâmpada, mas para tal, reuniu conhecimentos de mais de vinte outros inventores antes dele. Pelé é o Rei do Futebol, mas foi apoiado por dezenas de jogadores que o ajudaram a ser consagrado. O Senhor Jesus talvez seja o maior e melhor exemplo de todos. Quando veio ao mundo, em vez de trabalhar sozinho, logo formou uma equipe de doze auxiliares. É bem verdade que no início eles eram mais auxiliados que auxiliares… Pacientemente, Jesus acreditou neles e formou aqueles homens em líderes, ainda que um se perdeu. Este fato mostra que nem Deus, sendo todo-poderoso e autossuficiente, escolhe trabalhar sozinho. Todos nós temos que aprender a trabalhar em equipe pois não há outra opção na vida. Casamento, família, escola, trabalho, empresa, igreja… equipes, equipes e equipes em todo lugar. Este pensamento de Jesus ensina que não importa se você semeia e outro colhe ou vice-versa. Ninguém é maior nem melhor que o outro. Temos que aprender apreciar o valor de cada pessoa, saber trabalhar em equipe — seja formando ou integrando uma. Aplicação: Identifique as equipes que você já integra e se tem contribuído sua parte nelas. Atente para suas possíveis atitudes individualistas quando na verdade deveria aceitar mais ajuda, ensinar outros, ou aprender com outros. Você trabalha bem em equipe? É um membro valioso dela? As pessoas sentem falta quando você não comparece? Você tende a fazer tudo sozinho ou a formar uma equipe para lhe ajudar? O que poderia fazer quando perde a paciência com pessoas que não aprendem rápido? Deixe seus comentários. Veja também: •Pensamento #14 — Um novo sangue em suas veias

PENSAMENTO #11 ___ COMO CONDUZIR RELACIONAMENTOS

Façam aos outros o que querem que eles façam a vocês; pois isso é o que querem dizer a Lei de Moisés e os ensinamentos dos Profetas. Mateus 7:12 Eis aqui uma maneira excelente de guiar todos os seus relacionamentos — amoroso, familiares, comerciais e até com estranhos. Pergunte-se: o que eu gostaria que essa pessoa fizesse por mim? Daí, tome a iniciativa e faça aquilo por ela. Este pensamento de Jesus sugere que todo ser humano já tem dentro de si uma espécie de bússola para nortear suas atitudes para com outras pessoas. Quer dizer, se você se fizer essa pergunta e sinceramente respondê-la, você saberá como agir com qualquer pessoa. Além disso, você terá a certeza de estar agindo conforme tudo o que é ensinado na Bíblia, cumprindo assim a vontade de Deus. Portanto, Ele não lhe deixaria sem justa recompensa. Aplicação: Pense nas pessoas com quem você convive e o que gostaria que elas fizessem por você. Tome a iniciativa e o faça por elas. Que tal tentar fazer isso hoje durante todo o dia? Quem sabe por uma semana? E por que não para o resto da vida? Preste atenção nos resultados.

PENSAMENTO # 10 __ VOCÊ ASSASSINO

Vocês ouviram o que foi ditos aos antigos: “Não matarás”; e “Quem matar será julgado.” Eu, porém, lhes digo que todo aquele que sem motivo ficar com raiva de seu irmão será julgado; e quem insultar a seu irmão estará sujeito a julgamento do tribunal; e quem lhe chamar: “Idiota”, estará sujeito ao inferno de fogo. — Mateus 5.21,22 Jesus revelou aqui como Deus realmente pensa e julga. O tribunal de Deus é muito superior ao dos homens. No tribunal dos homens, alguém só pode ser julgado por assassinato se matar alguém. No de Deus, uma simples ira sem justa causa ou um insulto a alguém é tão grave quanto se tivesse assassinado aquela pessoa. Há muitos “cristãos” que gostam de “aliviar a barra” dizendo que Jesus veio para nos livrar da Lei (de Moisés); que hoje vivemos na era da “graça” de Deus, onde o amor de Cristo nos redime de todos os pecados. O problema é que não sei de onde eles tiraram essa ideia. Claramente, a Graça é mais estrita que a Lei, segundo os pensamentos de Jesus. Na Lei, sou julgado apenas se eu tirar a vida de alguém. Na Graça, basta eu ficar com raiva sem motivo ou insultar alguém com um nome feio para ser passível de julgamento. Para mim, é óbvio qual é mais difícil. A moral da história é que sentimentos ruins matam bem como palavras matam. Se você não se guardar dos sentimentos de mágoa, ira, ódio, ressentimento, inveja, amargura etc. você acabará morrendo por dentro (se matando) e falando coisas que matarão outras pessoas com suas palavras afiadas. Quantos mortos-vivos estão andando por aí cheios de raiva… Quantos matando seus familiares, amigos e inimigos por meio de palavras mentirosas, fofocas e insultos… Aplicação: Limpe seu coração de sentimentos ruins contra outros. E limpe sua boca removendo palavras de insulto do seu vocabulário. Você fala palavrão? Por quê? Você espalha ódio ou críticas gratuitas com suas palavras? Tem dificuldade de controlar sua raiva? Como você poderia expressar seus sentimentos e decepções sem sujar seu coração nem matar com palavras? Deixe seu comentário.

PENSAMENTO #9 __ QUER DIAS MELHORES?

Não peques mais para que não te suceda coisa pior. — João 5.14 Jesus disse isso a um paralítico que Ele havia curado de sua doença de 38 anos. Pense: o que poderia ser pior que viver se arrastando, literalmente, por 38 anos? Lembre-se de que não havia cadeira de rodas nem qualquer outra facilidade para deficientes que temos hoje. Este pensamento de Jesus nos revela duas coisas importantes: 1.Pecar faz coisas ruins nos acontecerem. Pecar significa errar o alvo, errar ao invés de acertar. Toda vez que você erra o alvo, você perde tempo, energia, oportunidade, e ainda gera problemas para você e possivelmente para outros. Por trás de todo sofrimento está um erro seu ou de alguém. E Deus não tem nada a ver com isso. 2.Pior que errar é continuar errando. Todos erramos, mas alguns decidem usar a inteligência e deixar de insistir no erro. Continuar fazendo o que faz você e outros sofrerem é estupidez. Você pode já ter errado muito até aqui, mas pode decidir ser diferente daqui para frente. É seu direito e sua decisão. Voltando à pergunta, o que poderia ser pior que viver se arrastando por 38 anos? Jesus Se referia à uma vida de erros que culminaria em errar o alvo principal: a vida eterna. Uma vida inteira de sofrimento aqui parecerá refresco comparada ao sofrimento eterno dos que errarão o maior alvo. Aplicação: Pare de errar. Aprenda com seus erros, decida fazer diferente. Peça ajuda a Deus se for difícil mudar. Você se apoia na frase “ninguém é perfeito” para continuar errando? Já parou para pensar quanto sofrimento seus erros já causaram a você e a outros? Você tem certeza que acertaria o alvo da vida eterna se morresse hoje? Deixe seu comentário. P.S. Este propósito dos 40 Pensamentos de Jesus tem lhe ajudado? Que tal convidar alguém para começar participar com você? Ainda dá tempo… Coloque alguém para cima hoje: convide-o a começar este propósito — envie este post para ele(a)…

PENSAMENTO # 8 ____ O TRABALHO DE PENSAR...

Vocês não entendem que Eu não estou falando a respeito de pães? — Mateus 16.11 Uma das grandes dificuldades que Jesus enfrentou quando esteve aqui foi ser entendido. E olha que Ele tentava. Uma das razões porque Ele falava através de histórias era exatamente para que Seus ouvintes pudessem entender as lições mais facilmente. Mas às vezes, Jesus perdia a paciência. “Você é mestre em Israel e não entende essas coisas?”, disse Ele a Nicodemos, quando este questionava se uma pessoa teria de voltar ao ventre materno para poder nascer de novo… Eu também encontro essa dificuldade em meu trabalho, e até mesmo nesse propósito dos 40 Pensamentos. Se eu digo “Busque os assuntos do Pai e Ele lhe ajudará a descobrir o seu propósito nesta vida”, alguém inevitavelmente pergunta: “Mas o que são os assuntos do Pai?” Se falamos para as mulheres, “Você tem que se valorizar”, a pergunta virá: “Mas como eu posso me valorizar?” Tudo bem, o professor tem obrigação de facilitar o entendimento da lição. Mas o aluno tem que pensar. E o que há muito por aí é a preguiça de pensar. As pessoas querem tudo mastigado. Querem que resolvamos seus problemas para elas. Elas não querem se dar o trabalho de parar e pensar no ensinamento. Se você parar e pensar sobre o que são os assuntos do Pai, você logo descobrirá. Se parar e pensar sobre como você pode se valorizar, logo virão ideias a respeito. Você é inteligente. Mas alguém não quer que você pense. (Se você não sabe quem é esse alguém, você não está pensando.) Quem não pensa é escravo de quem pensa. Aprender os Pensamentos de Jesus é aprender a pensar. Aplicação: Ponha seu cérebro para funcionar. Ele foi maravilhosamente feito para resolver problemas. Quando você se depara com algo que não entende, o que você faz? Você tem dificuldade para entender as coisas de Deus? O que é melhor: fazer papel de bobo e perguntar ou não perguntar e fazer papel de bobo?

PENSAMENTO #7 ------- SUAS QUATRO FORÇAS...

Se um reino estiver dividido contra si mesmo, tal reino não pode subsistir; se uma casa estiver dividida contra si mesma, tal casa não poderá subsistir. — Marcos 3.24,25 Se tudo de nós, toda nossa força, muitas vezes não é o suficiente para superarmos nossos desafios, que esperança nos resta se estivermos divididos em nós mesmos? Jesus revelou Seu pensamento sobre o poder da unidade. Este poder se aplica desde nações de milhões de pessoas até a cada indivíduo. Um país que se divide em grupos que lutam entre si certamente será destruído. Se uma família se divide, e as pessoas que fazem parte dela começam a lutar entre si, ela será destruída. Isso é fácil de compreender. Mas uma forma de divisão pouco falada é a divisão dentro da própria pessoa. Uma pessoa é única, mas pode estar dividida em si mesma. E é mais comum encontrar pessoas divididas em si mesmas do que totalmente unidas em corpo, alma e espírito e mente. Seu sucesso depende de sua habilidade de unir todas as suas forças em busca de seu objetivo. Quais forças? Física (corpo), emocional (alma), espiritual (fé) e mental (inteligência). Quer vencer? Una essas quatro forças e nada nem ninguém lhe poderá resistir. Aplicação: Identifique se você está dividindo suas forças dentro de si mesmo e trabalhe para uni-las. Qual das suas quatro forças tem sido a mais fraca ou sub-usada? Como você pode fortalecê-la ou usá-la mais? Você costuma ser unificador ou divisor nos seus relacionamentos? Conciliador ou brigão? Você sabe trabalhar em equipe ou é mais individualista? Deixe seu comentário.

PENSAMENTO #6 ----- NÃO É O QUÊ , É QUEM...

Se você soubesse o que Deus pode dar e Quem é que está lhe pedindo água, você pediria, e Ele lhe daria a água da vida. — João 4.10 “Ah, se o Meu povo Me conhecesse… Ah, se ele Me escutasse!” Esse é o lamento de Deus, bem expressado aqui neste pensamento de Jesus. Ele pediu um pouco d’água à mulher Samaritana, que veio tirar água do poço. Ela, movida pelo preconceito prevalente na época, logo criou uma dificuldade. Judeus e Samaritanos sequer tocavam um copo ou prato que tivesse sido usado pelo outro. “Você, um judeu, me pede água? Vai beber do meu balde?” Quando as pessoas não conhecem a Deus, elas são carregadas de preconceitos humanos. Preto não tem alma. Branco é o diabo. Argentino é orgulhoso. Brasileiro é malandro. Gays têm que apanhar. Edir Macedo é ladrão. Preconceitos são os grandes ladrões, na verdade. Eles nos roubam de conhecer quem as pessoas realmente são. Quem perde, somos nós. A Samaritana estava falando com o Criador, mas o preconceito a fazia enxergar um judeu cheio de si. Regateou um copo d’água para a Fonte da Água da Vida. Se ela soubesse o que Ele poderia lhe dar… Conhecer a Deus não somente cura qualquer preconceituoso, mas faz dele uma fonte que jorra vida, sem parar, por onde vai. Aplicação: O que Deus lhe pede, por maior que seja, é pouco diante do muito que Ele tem para lhe dar. Olhe para Quem lhe pede, não para o que está sendo pedido. Você já sofreu preconceito ou foi preconceituoso? Conte um experiência e o que ela lhe ensinou.

PENSAMENTO #5 ---- FAMILIARIDADE E LIMITADORES

De fato, Eu lhes afirmo que nenhum profeta é bem recebido na sua própria terra. — Lucas 4.24 O único lugar onde Jesus não pôde fazer muitos milagres foi em Nazaré, Sua própria terra. Nem Seus irmãos criam n’Ele. As pessoas diziam: “Esse aí não é o filho do carpinteiro?” Familiaridade gera descrença. Por isso, pessoas próximas a nós podem se tornar nossos maiores limitadores. Este pensamento de Jesus mostra que nem Deus pode evitar essa atitude das pessoas. São elas quem escolhem crer ou não, ter olhos bons ou maus, crer no próximo ou duvidar dele, colocar um familiar para cima ou empurrá-lo para o buraco. Por isso, o que fez Jesus a respeito? Deixou Nazaré e foi para os que criam n’Ele. O mesmo Deus fez com Abraão, quando o chamou para deixar a casa de seu pai. Quando as pessoas mais próximas não creem em você, é algo emocionalmente muito duro de aceitar. Mas você pode se tornar como elas e também passar a descrer de si mesmo ou você pode ignorá-las e seguir em frente com suas convicções. Alguém vai crer em você, nem que esse segundo alguém seja você mesmo. O primeiro que crê em você, claro, é o próprio Deus. Quando você entende isso, do terceiro em diante é bônus. Aplicação: Aceite a crença que Deus depositou em você e não discorde d’Ele. Discorde dos que duvidam de você, não de Deus. Há alguém que tem sido um limitador na sua vida? É uma amizade que você pode deixar? É um ambiente que você poderia não mais frequentar? E se não pode, como você poderia limitar esse limitador, ou seja, impedir que ele(a) lhe influencie e coloque para baixo? Quem você poderia colocar para cima hoje? P.S. Este propósito dos 40 Pensamentos de Jesus tem lhe ajudado? Que tal convidar alguém para começar participar com você? Ainda dá tempo… Coloque alguém para cima hoje: convide-o a começar este propósito — envie este post para ele(a)…

PENSAMENTO #4 --- FECHADO PARA NOVAS IDÉIAS...

Ninguém põe vinho novo em odres velhos; do contrário, o vinho romperá os odres; e tanto se perde o vinho como os odres. Mas põe-se vinho novo em odres novos. — Marcos 2.22 Odres novos, odres velhos… qual a diferença? Odre era uma espécie de bolsa feita de pele de animais, normalmente de cabrito, usado para armazenar e transportar vinho. O vinho era colocado no odre e este então era fechado. Odre velho, odre novo. O vinho continuava seu processo de fermentação, que causava o esticamento da pele até que esta perdia toda sua elasticidade. Assim, se vinho novo fosse colocado em um odre velho, a pele se romperia devido à pressão causada pela fermentação. Com esta analogia, Jesus ensinou que se nós permanecermos amarrados à velhos costumes, tradições e ideias, não poderemos perceber nem receber nada novo para nosso crescimento. Mentes estagnadas não podem receber novas ideias. A renovação da mente é necessária para receber novos pensamentos. Os pensamentos de Jesus, apesar de já estarem em circulação há dois mil anos, são de fato uma nova maneira de ver todas as coisas. É um vinho novo. Por isso, só quem “nasce de novo” pode recebê-los. Aplicação: Abra mão de pensamentos velhos que não mais lhe ajudam ou nunca lhe ajudaram. Questione suas tradições, costumes e hábitos. Torne-se como uma criança, espiritualmente falando, para receber novas direções de Deus. Quais ideias ou maneiras de pensar você tem defendido, talvez apenas por costume, que não lhe trazem hoje nenhum resultado prático? Você se chateia quando alguém apresenta uma ideia melhor e maior que a sua? O que aconteceria se você permitisse que os pensamentos de Jesus expandissem sua mente? Deixe seu comentário. P.S. Este propósito dos 40 Pensamentos de Jesus tem lhe ajudado? Que tal convidar alguém para começar participar com você? Ainda dá tempo… Coloque alguém para cima hoje: convide-o a começar este propósito — envie este post para ele(a)…

PENSAMENTO #3 ----- REJEITANDO O REMÉDIO

O julgamento é este: que a luz veio ao mundo, e os homens amaram mais as trevas do que a luz; porque as suas obras eram más. — João 3.19 Jesus falava com Nicodemos, um líder religioso que veio visitá-lo à noite por medo de ser visto. Jesus aproveitou a maneira furtiva daquele homem buscar a verdade para expor o maior pecado — dele e das pessoas. O maior pecado não é assassinato, adultério, estupro, roubo, mentira ou qualquer outra maldade humana. O maior pecado é a incredulidade, a rejeição da luz de Deus, pois a incredulidade nos mantém culpados de todos os outros pecados. A descrença é rejeitar o remédio que nos cura de todos os outros pecados. O remédio é este: Jesus disse que quem crê n’Ele não é julgado. É culpado, mas absolvido pela sua fé. Quem não crê n’Ele, porém, já está julgado e condenado. Quem os julgou e condenou? Eles mesmos, por suas escolhas. Eles amaram o errado mais do que o certo. Essa é uma triste verdade: há os que amam mais a sujeira, que preferem os caminhos do diabo do que os de Deus. Preferem a escuridão porque nela seus erros ficam escondidos. Odeiam a luz por que ela expõe tudo o que praticam de errado. Esta é a condenação deles. E receberão exatamente o que amam: trevas. Não poderão reclamar. Crer é uma escolha que exige abrir mão de certas coisas. Não crer também é uma escolha, e também exige abrir mão — mas nesse caso, abrir mão do presente que Deus oferece para se agarrar às más obras. Aplicação: Escolha crer. Ame a luz mais que as trevas. Abra mão de coisas que lhe separam de Deus. Elas não valem a pena. Você tem tido dificuldade de deixar a prática de coisas erradas? O que isso diz a respeito de sua fé, se quem crê em Jesus não vive no erro? E se você escolher crer, aí e agora? O que você teria de abrir mão por causa da sua crença? Deixe seu comentário. P.S. Este propósito dos 40 Pensamentos de Jesus tem lhe ajudado? Que tal convidar alguém para começar participar com você? Ainda dá tempo… Coloque alguém para cima hoje: convide-o a começar este propósito — envie este post para ele(a)…

PENSAMENTO #2 ------ PREPARAÇÃO E GRANDEZA

Deixa por agora, porque assim nos convém cumprir toda a justiça. — Mateus 3.15 Esta é a segunda fala de Jesus registrada nos Evangelhos — 18 anos após a primeira. Aqui, aos 30 anos de idade, Ele está pronto para executar Seu propósito na Terra. Note: Ele esperou até aqui, apesar de já mostrar total senso de missão aos 12 anos. O que Ele fez no interim? Há pouca informação sobre isso, mas o que podemos ter certeza é que Ele Se preparou durante todos aqueles anos. Antes da execução tem que haver a preparação. Atletas se preparam por anos para uma competição que dura minutos ou segundos. Um neurocirurgião pode levar algumas horas para operar um paciente, mas não antes de fazer doze anos de aprendizado e treinamento. Se você não valoriza sua preparação, sua execução provavelmente será pobre e falha. Jesus respondia aqui à objeção de João Batista em batizá-Lo. “Eu é quem preciso ser batizado por Você,” disse João, reconhecendo a superioridade de Jesus. Mas o pensamento de Jesus era: “Agora tem que ser assim, porque é importante fazer tudo da maneira certa, como tem que ser feito.” Duas lições: 1.Fazer é bom. Fazer certo, é melhor. Jesus Se preocupou em fazer certo, cumprir o que era esperado d’Ele; fazer as coisas na ordem e na hora certas. 2.Humildade é o começo de tudo. Jesus era maior que João, mas se submeteu à autoridade de João. Quem é grande não se preocupa em parecer pequeno. Só quem é pequeno se preocupa em parecer grande. Honra vem depois da humildade. Além de humilde, Jesus foi prático e soube esperar. “Deixa por agora”. Se Ele estava confiante que a exaltação viria depois, não tinha dificuldade em se submeter naquele momento, se era isso que a situação pedia. Aplicação: Prepare-se, prepare-se, execute. Execute certo. Não se preocupe em parecer grande. De forma geral, você costuma se preparar demais ou não o suficiente? Como você pode alcançar o equilíbrio? Você tem a tendência de fazer primeiro depois ver se está certo ou se ficou bem? Quais as vantagens e desvantagens de ser assim? Você tem dificuldade de se submeter a alguém “menor” que você? Deixe seus comentários.

40 PENSAMENTOS DE JESUS

Bem-vindo aos 40 Pensamentos! Sua mente nunca mais será a mesma. E você já sabe o que acontece quando mudamos nossa mente: mudamos nossa vida. Então, antes de iniciar, esteja seguro de que é isso que você quer. Os 40 Pensamentos de Jesus PENSAMENTO #1 SEU PROPÓSITO NA VIDA Por que estavam procurando por Mim? Não sabiam que Eu tinha de estar aqui, tratando dos assuntos do Meu Pai? Lucas 2:49 Estas são as primeiras palavras registradas de Jesus, quando Ele tinha apenas 12 anos de idade. Seus pais O procuravam desesperadamente pensando que Ele havia se perdido na multidão em Jerusalém. Depois de dois dias, O encontraram no Templo, sentado com os líderes religiosos, ouvindo-os e fazendo perguntas. Maria e José O repreenderam, como qualquer pai faria nessas circunstâncias. E Jesus os respondeu mostrando surpresa por não entenderem o que Ele estava fazendo. Em idade tão tenra, Jesus já mostrava total clareza sobre Seu propósito de vida: cuidar dos assuntos de Seu Pai. Uma das coisas mais rentáveis que você pode fazer é saber, o quanto antes, qual o seu propósito nesta vida. Você está neste mundo para quê? Ocupar espaço, consumir oxigênio e outros recursos do nosso planeta, depois morrer e esvaecer no esquecimento? O que você vai contribuir com sua existência? Todos nós podemos viver uma vida intencional, com senso de propósito e destino. Afinal, nós estamos incluídos nos assuntos e planos de nosso Pai. A questão é: você tem se preocupado com os assuntos d’Ele ou com outros assuntos? Aplicação: Busque os assuntos do Pai e Ele lhe ajudará a descobrir o seu propósito nesta vida. •Você já sabe ou já definiu seu propósito de vida? Quando isso aconteceu? O que lhe ajudou a descobri-lo? Você tem cumprido seu propósito? •Você sente que ainda não descobriu seu propósito? Por quê? Deixe seu comentário.