RELÓGIO Digital clock - DWR

segunda-feira, 19 de setembro de 2016

MATEUS 15

1. Então alguns fariseus e escribas vindos de Jerusalém chegaram a Jesus e lhe perguntaram: 2. Por que os teus discípulos transgridem a tradição dos anciãos? Pois não lavam as mãos quando comem. 3. Ele, porém, respondeu-lhes: E vós, por que transgredis o mandamento de Deus por causa da vossa tradição? 4. Pois Deus ordenou: Honra teu pai e tua mãe; e, Quem amaldiçoar seu pai ou sua mãe certamente morrerá. 5. Mas vós dizeis: Se alguém disser a seu pai ou sua mãe: O que de mim poderias receber como benefício é oferta dedicada ao Senhor, 6. ele de modo algum terá de honrar seu pai. Assim, por causa da vossa tradição invalidastes a palavra de Deus. 7. Hipócritas! Bem profetizou Isaías a vosso respeito, dizendo: 8. Este povo me honra com os lábios, mas o seu coração está longe de mim; 9. em vão me adoram, ensinando doutrinas que são preceitos humanos. 10. E, chamando a multidão, disse-lhes: Ouvi e entendei: 11. O que torna o homem impuro não é o que entra pela boca, mas o que sai dela; é isso que o torna impuro. 12. Então, os discípulos, aproximando-se dele, perguntaram-lhe: Sabes que os fariseus ofenderam-se quando ouviram essas palavras? 13. Ele lhes respondeu: Toda planta que meu Pai celestial não plantou será arrancada pela raiz. 14. Deixai-os; são guias cegos! Se um cego guiar outro cego, ambos cairão num buraco. 15. E, tomando a palavra, Pedro lhe disse: Explica-nos essa parábola. 16. Jesus respondeu: Vós também ainda não entendeis? 17. Não compreendeis que tudo o que entra pela boca e desce para o estômago é depois expelido? 18. Mas o que sai da boca procede do coração; e é isso que torna o homem impuro. 19. Porque do coração é que saem os maus pensamentos, homicídios, adultérios, imoralidade sexual, furtos, falsos testemunhos e calúnias. 20. São essas coisas que tornam o homem impuro; mas o comer sem lavar as mãos não o torna impuro. 21. Partindo dali, Jesus seguiu para a região de Tiro e Sidom. 22. Uma mulher cananeia, vindo daquelas redondezas, pôs-se a gritar: Senhor, Filho de Davi, tem compaixão de mim! Minha filha está horrivelmente endemoninhada. 23. Contudo, ele não lhe respondeu. Seus discípulos aproximaram-se dele e rogaram-lhe: Manda-a embora, porque vem gritando atrás de nós. 24. Ele lhes respondeu: Eu fui enviado somente às ovelhas perdidas da casa de Israel. 25. Então ela veio e, prostrando-se diante dele, disse: Senhor, socorre-me! 26. Ele, porém, respondeu: Não é justo tomar o pão dos filhos e jogá-lo para os cachorrinhos. 27. Ao que ela disse: Sim, Senhor, mas até os cachorrinhos comem das migalhas que caem da mesa do dono. 28. Então Jesus respondeu: Mulher, grande é a tua fé! Seja feito a ti como queres. E desde aquela hora sua filha ficou boa. 29. Partindo dali, Jesus chegou às margens do mar da Galileia; em seguida, subindo ao monte, sentou-se. 30. E numerosas multidões foram até ele, levando mancos, aleijados, cegos, mudos e muitos outros; e os colocaram aos seus pés; e ele os curou; 31. de modo que as multidões se maravilharam ao ver os mudos falando, os aleijados andando e os cegos vendo; e glorificaram o Deus de Israel. 32. Então, Jesus chamou os discípulos e disse: Tenho compaixão desta multidão, porque já faz três dias que está comigo; eles não têm o que comer, e não quero mandá-los embora sem comer, para que não desfaleçam pelo caminho. 33. Os discípulos lhe disseram: Onde arranjaríamos tantos pães num lugar deserto para alimentar tamanha multidão? 34. Jesus lhes perguntou: Quantos pães tendes? Eles responderam: Sete, e alguns peixinhos. 35. Então ele ordenou ao povo que se sentasse no chão, 36. tomou os sete pães e os peixes e, tendo dado graças, partiu-os e os entregou aos discípulos, e estes os entregaram à multidão. 37. Assim, todos comeram e se fartaram; e encheram-se sete cestos com os pedaços que sobraram. 38. Os que comeram foram quatro mil homens, além de mulheres e crianças. 39. Depois de mandar a multidão embora, Jesus entrou no barco e foi para a região de Magadã. nenhuma marcação com mais um nenhum comentário nenhum compartilhamento

ÊXODO 20

1. Então Deus falou todas estas palavras: 2. Eu sou o SENHOR teu Deus, que te tirou da terra do Egito, da casa da escravidão. 3. Não terás outros deuses além de mim. 4. Não farás para ti imagem esculpida, nem figura alguma do que há em cima no céu, nem embaixo na terra, ou nas águas debaixo da terra. 5. Não te curvarás diante delas, nem as cultuarás, pois eu, o SENHOR teu Deus, sou Deus zeloso. Eu castigo o pecado dos pais nos filhos até a terceira e quarta geração daqueles que me rejeitam; 6. mas sou misericordioso com mil gerações dos que me amam e guardam os meus mandamentos. 7. Não tomarás o nome do SENHOR teu Deus em vão; porque o SENHOR não considerará inocente quem tomar o seu nome em vão. 8. Lembra-te do dia de sábado, para o santificar. 9. Seis dias trabalharás e farás o teu trabalho; 10. mas o sétimo dia é o sábado do SENHOR teu Deus. Nesse dia não farás trabalho algum, nem tu, nem teu filho, nem tua filha, nem teu servo, nem tua serva, nem teu animal, nem o estrangeiro que vive contigo. 11. Porque o SENHOR fez em seis dias o céu e a terra, o mar e tudo o que neles há, e no sétimo dia descansou. Por isso, o SENHOR abençoou o dia de sábado e o santificou. 12. Honra teu pai e tua mãe, para que tenhas vida longa na terra que o SENHOR teu Deus te dá. 13. Não matarás. 14. Não adulterarás. 15. Não furtarás. 16. Não dirás falso testemunho contra o teu próximo. 17. Não cobiçarás a casa do teu próximo, não cobiçarás a mulher do teu próximo, nem o seu servo, nem a sua serva, nem o seu boi, nem o seu jumento, nem coisa alguma do teu próximo. 18. Todo o povo presenciava os trovões, os relâmpagos, o som da trombeta e o monte que fumegava. Vendo isso, o povo ficava de longe, tremendo de medo. 19. E disseram a Moisés: Fala tu mesmo conosco, e ouviremos; mas não fale Deus conosco, senão morreremos. 20. Moisés respondeu ao povo: Não temais, porque Deus veio para vos colocar à prova, para que o seu temor esteja em vós, a fim de que não pequeis. 21. O povo estava em pé de longe; Moisés, porém, foi até as trevas espessas onde Deus estava. 22. Então o SENHOR disse a Moisés: Assim dirás aos israelitas: Vistes que vos falei desde o céu. 23. Não fareis outros deuses para me serem rivais; não fareis para vós deuses de prata nem de ouro. 24. Tu me farás um altar de terra e sacrificarás sobre ele teus holocaustos e tuas ofertas pacíficas, tuas ovelhas e teus bois. Em todo lugar em que eu fizer celebrar a lembrança do meu nome, virei a ti e te abençoarei. 25. E, se me fizeres um altar de pedras, não o construirás com pedras lavradas; pois, se usares o teu cinzel nele, tu o profanarás. 26. E não subas por degraus ao meu altar, para que tua nudez não seja exposta ali. nenhuma marcação com mais um nenhum comentário nenhum compartilhamento