RELÓGIO Digital clock - DWR

terça-feira, 18 de outubro de 2016

MATEUS 10

1. Chamando seus doze discípulos, deu-lhes autoridade para expulsar os espíritos impuros e para curar todo tipo de doenças e enfermidades. 2. E estes são os nomes dos doze apóstolos: primeiro, Simão, chamado Pedro, e André, seu irmão; Tiago, filho de Zebedeu, e João, seu irmão; 3. Filipe e Bartolomeu; Tomé e Mateus, o publicano; Tiago, filho de Alfeu, e Tadeu; 4. Simão Cananeu, e Judas Iscariotes, que o traiu. 5. Jesus enviou esses doze e ordenou-lhes: Não ireis aos gentios, nem entrareis em cidade de samaritanos; 6. ide antes às ovelhas perdidas da casa de Israel; 7. e, indo, pregai, dizendo: O reino do céu chegou. 8. Curai os enfermos, ressuscitai os mortos, purificai os leprosos, expulsai os demônios; de graça recebestes, de graça dai. 9. Não levareis no cinto ouro, nem prata, nem cobre; 10. nem bolsa de viagem, nem duas túnicas, nem sandálias, nem bordão; porque digno é o trabalhador do seu alimento. 11. Em qualquer cidade ou povoado em que entrardes, procurai saber quem nela é digno e hospedai-vos ali, até que vos retireis. 12. E, ao entrardes na casa, saudai-a; 13. se a casa for digna, que a vossa paz venha sobre ela; mas, se não for digna, que retorne para vós a vossa paz. 14. E, se ninguém vos receber, nem ouvir vossas palavras, sacudi o pó dos pés ao sairdes daquela casa ou daquela cidade. 15. Em verdade vos digo que, no dia do juízo, haverá menos rigor para a terra de Sodoma e Gomorra do que para aquela cidade. 16. Eu vos envio como ovelhas no meio de lobos; portanto, sede astutos como as serpentes e sem malícia como as pombas. 17. Cuidado com os homens, pois eles vos entregarão aos tribunais e vos açoitarão nas suas sinagogas; 18. e por minha causa sereis levados à presença de governadores e reis, para que deis testemunho, a eles e aos gentios. 19. Mas, quando vos entregarem, não vos preocupeis com o que falareis nem como falareis, pois naquela hora vos será dado o que dizer. 20. Porque não sois vós que falais, mas o Espírito de vosso Pai é que fala por meio de vós. 21. Um irmão entregará seu irmão à morte; e um pai, a seu filho; e filhos se rebelarão contra os pais e os matarão. 22. E sereis odiados por todos por causa do meu nome, mas aquele que perseverar até o fim será salvo. 23. Quando, porém, vos perseguirem numa cidade, fugi para outra; porque em verdade vos digo que não acabareis de percorrer as cidades de Israel antes que venha o Filho do homem. 24. O discípulo não está acima do seu mestre, nem o servo acima do seu senhor. 25. Basta ao discípulo ser como seu mestre; e ao servo, como seu senhor. Se chamaram Belzebu ao dono da casa, quanto mais aos de sua família? 26. Portanto, não os temais; porque não há nada encoberto que não venha a ser revelado, nem escondido que não venha a ser conhecido. 27. O que vos digo às escuras, dizei-o às claras; e o que vos é sussurrado ao ouvido, proclamai-o dos telhados. 28. E não temais os que matam o corpo e não podem matar a alma; pelo contrário, temei aquele que pode destruir no inferno tanto a alma como o corpo. 29. Não se vendem dois passarinhos por uma pequena moeda? Mas nenhum deles cairá no chão se não for da vontade de vosso Pai. 30. E até mesmo os cabelos da vossa cabeça estão todos contados. 31. Portanto, não temais; valeis mais do que muitos passarinhos. 32. Portanto, todo aquele que me confessar diante dos homens, eu também o confessarei diante de meu Pai, que está no céu. 33. Mas aquele que me negar diante dos homens, eu também o negarei diante de meu Pai, que está no céu. 34. Não penseis que vim trazer paz à terra; não vim trazer paz, mas espada. 35. Porque vim causar hostilidade entre o homem e seu pai, entre a filha e a mãe, entre a nora e a sogra; 36. assim, os inimigos do homem serão os de sua própria família. 37. Quem ama seu pai ou sua mãe mais do que a mim não é digno de mim; e quem ama seu filho ou sua filha mais do que a mim não é digno de mim. 38. E quem não toma a sua cruz, e não me segue, não é digno de mim. 39. Quem achar a sua vida irá perdê-la, e quem perder a sua vida por causa de mim a achará. 40. Quem vos recebe, recebe a mim; e quem me recebe, recebe aquele que me enviou. 41. Quem recebe um profeta, porque ele é profeta, receberá a recompensa de profeta; e quem recebe um justo, porque ele é justo, receberá a recompensa de justo. 42. E aquele que der até mesmo um copo de água fresca a um destes pequeninos, porque é meu discípulo, em verdade vos digo que de modo algum perderá a sua recompensa.

FÉ E OBEDIÊNCIA MARCOS 11

FÉ E OBEDIÊNCIA! MARCOS 11 1. Quando se aproximavam de Jerusalém, Betfagé e Betânia, junto ao monte das Oliveiras, Jesus enviou dois de seus discípulos 2. e disse-lhes: Ide ao povoado que está adiante de vós, e logo que ali entrardes encontrareis um jumentinho amarrado, em que ninguém ainda montou. Soltai-o e trazei-o. 3. E, se alguém vos perguntar: Por que fazeis isso? Respondei: O Senhor precisa dele, e logo o mandará de volta para cá. 4. Eles foram e acharam o jumentinho amarrado a um portão, do lado de fora na rua, e o desamarraram. 5. E alguns dos que ali estavam lhes perguntaram: Que fazeis, soltando o jumentinho? 6. Eles responderam como Jesus lhes havia mandado; e deixaram que o levassem. 7. Então levaram o jumentinho a Jesus, lançaram sobre ele seus mantos, e Jesus o montou. 8. Muitos também estenderam seus mantos pelo caminho, e outros, ramos que haviam cortado nos campos. 9. E tanto os que iam à frente dele como os que o seguiam, exclamavam: Hosana! Bendito o que vem em nome do Senhor! 10. Bendito o reino que vem, o reino de nosso pai Davi! Hosana nas alturas! 11. Jesus entrou em Jerusalém e foi ao templo. Tendo observado tudo em redor, como já era tarde, foi para Betânia com os Doze. 12. No dia seguinte, depois de saírem de Betânia, Jesus sentiu fome. 13. Avistando de longe uma figueira com folhas, foi verificar se acharia nela alguma coisa. Aproximando-se, nada achou, senão folhas, pois não era época de figos. 14. Então Jesus disse à figueira: Ninguém jamais coma do teu fruto. E seus discípulos ouviram isso. 15. Quando chegaram a Jerusalém, Jesus entrou no templo e começou a expulsar os que ali vendiam e compravam. Ele revirou as mesas dos cambistas e as cadeiras dos que vendiam pombas, 16. e não consentia que atravessassem o templo carregando algum utensílio. 17. Ele os ensinava, dizendo: Não está escrito: A minha casa será chamada casa de oração para todas as nações? Mas vós a transformastes num antro de assaltantes. 18. Quando os principais sacerdotes e os escribas ouviram isso, começaram a procurar um modo de matá-lo, pois o temiam, porque toda a multidão se maravilhava com o seu ensino. 19. Ao cair da tarde, eles saíram da cidade. 20. Quando passavam na manhã seguinte, viram que a figueira havia secado desde as raízes. 21. Então Pedro, lembrando-se, disse-lhe: Mestre, olha; a figueira que amaldiçoaste secou. 22. Jesus lhes respondeu: Tende fé em Deus. 23. Em verdade vos digo que se alguém disser a este monte: Ergue-te e lança-te no mar, e não duvidar no coração, mas crer que se fará o que diz, assim lhe será feito. 24. Por isso vos digo que tudo o que pedirdes em oração, crede que já o recebestes, e o tereis. 25. Quando estiverdes orando, se tendes alguma coisa contra alguém, perdoai, para que também o vosso Pai que está no céu vos perdoe as vossas ofensas. 26. [Mas, se não perdoardes, também vosso Pai, que está no céu, não vos perdoará as vossas ofensas.] 27. Então regressaram a Jerusalém. E andando Jesus pelo templo, os principais sacerdotes, escribas e líderes religiosos aproximaram-se dele 28. e perguntaram-lhe: Com que autoridade fazes essas coisas? Quem te deu autoridade para fazê-las? 29. Jesus lhes respondeu: Eu vos perguntarei uma coisa; respondei-me, e eu vos direi com que autoridade faço essas coisas. 30. O batismo de João era do céu ou dos homens? Respondei-me. 31. Eles, então, puseram-se a discutir entre si: Se dissermos: É do céu, ele dirá: Por que não crestes nele? 32. Mas, se dissermos: É dos homens, temiam o povo, pois de fato todos consideravam João um profeta. 33. Então responderam a Jesus: Não sabemos. E ele lhes disse: Nem eu vos digo com que autoridade faço essas coisas. FICA A DICA!