RELÓGIO Digital clock - DWR

domingo, 24 de julho de 2016

A manutenção da fé

“Estou plenamente certo de que Aquele que começou boa obra em vós há de completá-la até ao Dia de Cristo Jesus. ” Filipenses: cap: 1 ver: 6 Deus não faz nada pela metade. A obra que Ele começou em sua vida, Ele vai completar. Desde que você permaneça atento à manutenção da sua fé, praticando o que aprender, a obra será concluída. Ninguém tem maior interesse em que isso aconteça do que o próprio Espírito de Deus. “Eis que Eu estou contigo, e te guardarei por onde quer que fores (...) te não desampararei, até cumprir Eu aquilo que te hei referido” (Gênesis 28.15). Guardado e protegido por Deus, cabe a você a manutenção de sua fé. Por exemplo, tomando cuidado com palavras ditas ou dúvidas sopradas no pensamento. A reconstrução do Templo foi interrompida por muitos anos com palavras de desânimo, de ameaça e conselhos de derrota: “Então, as gentes da terra desanimaram o povo de Judá, inquietando-o no edificar; alugaram contra eles conselheiros para frustrarem o seu plano, todos os dias de Ciro, rei da Pérsia, até ao reinado de Dario, rei da Pérsia” (Esdras: cap: 4 vers: 4,5). Na reconstrução dos muros de Jerusalém, o exemplo do que é necessário para completar a reconstrução da vida: “Assim trabalhávamos na obra; e metade empunhava as lanças desde o raiar do dia até ao sair das estrelas. (...) cada um se deitava com as armas à sua direita” (Neemias: cap: 4 vers: 21;23). Atentos. Vigilantes. Firmes e decididos naquilo que determinaram. Assim se concluiu tudo o que Deus prometeu que seria concluído. Assim se completará a obra de Deus em sua vida. “Mas sede fortes, e não desfaleçam as vossas mãos, porque a vossa obra terá recompensa” (2 Crônicas: cap: 15 ver: 7). Inclusive a maior: a recompensa eterna.

Ignore a força do vento

“E Ele disse: Vem! E Pedro, descendo do barco, andou por sobre as águas e foi ter com Jesus. Reparando, porém, na força do vento, teve medo; e, começando a submergir, gritou: Salva-me, Senhor! E, prontamente, Jesus, estendendo a mão, tomou-o e lhe disse: Homem de pequena fé, por que duvidaste? ” Mateus: cap: 14 vers: 29-31 Em um ímpeto de fé, Pedro obedeceu à ordem de Jesus e começou a caminhar sobre as águas. No entanto, ao reparar na força do vento, teve medo. Pedro prestou atenção nas dificuldades. Atenção é a “ação de aplicar o espírito a alguma coisa”1. Pedro aplicou o espírito na força do vento e deixou de aplicar o espírito na Palavra que Jesus lhe deu. Se você tem buscado a Deus, já ouviu o chamado de Jesus. Já deu o primeiro – e mais difícil – passo. Já saiu do barco. Já está caminhando sobre as águas. É a sua fé que vai mantê-lo em pé, caminhando até o Alvo. Cabe a você aplicar seu espírito no Senhor Jesus, ignorando a força do vento. Não há alternativa para quem já está caminhando sobre as águas, longe do barco; caminhando pela Palavra do Senhor Jesus. Ou você mantém a fé e continua a caminhada, ou dúvida e submerge. É vida ou morte. Vida, pela fé. Morte, pela dúvida. Essa escolha tem de ser feita todos os dias. Cada passo é tão importante quanto o primeiro. Aplique seu espírito na Palavra de Deus. Os ventos se farão audíveis; tentarão chamar sua atenção. Mantenha-se firme na obediência. Um passo de cada vez. O vento prova a sua fé. Mas aquele que crê não desvia seu foco. Aplica o espírito nAquele que o chamou. nAquele que disse “Vem”. Lembre-se: você já está sobre as águas.